Conteúdo e Mídia

Mensagens

A Igreja de Jesus Cristo está espalhada pelo mundo. Em cada cidade, o evangelho avançou ao longo dos séculos. Ora a Igreja é mais intencional, mais pujante, mais presente; ora é mais reativa, morosa, tolhida e até perseguida. Quando olhamos para Jesus, somos desafiados a olharmos para a cidade com o mesmo olhar de amor que ele teve ao se deparar com Jerusalém. Quando Jesus se aproximou de Jerusalém e viu a cidade, começou a chorar (Lucas 19.41 – NVT). A fé pode estar oculta aos olhos da cidade. Como Igreja, Deus nos levanta, nos envia para sermos um referencial, agirmos de maneira estratégica nas mais variadas camadas da sociedade, e gerarmos impacto, assim como a Bíblia relata que aconteceu em algumas cidades:

Bereia (Atos 17.10-15). Após ser expulso de algumas cidades, o apóstolo Paulo não se acovardou. Ao ser enviado pelos irmãos de Tessalônica à Bereia, porque os judeus de Tessalônica o queriam prender, pregou com poder, autoridade e ousadia, aos judeus e gregos que ali viviam. Sua palavra e ensino se fortaleceram no coração daqueles que ouviam e examinavam as Escrituras com grande interesse. Ali nascia uma igreja fortificada na palavra.

Samaria (Atos 8.4-8). No contexto bíblico, Samaria representa, para nós, os povos marginalizados ou aqueles que são deixados, às vezes, de lado. O Espírito Santo, por meio da dispersão da igreja, levou seus discípulos até essa cidade e o resultado é que houve grande alegria entre todos. Como Igreja, somos desafiados a alcançar aqueles que estão à margem do caminho. Vamos ser inspirados pela vida de Filipe, e pela ação poderosa do Espírito Santo para nos tornar presentes na vida dessas pessoas hoje.

Antioquia (Atos 11.19-26). Foi em Antioquia que os discípulos foram, pela primeira vez, chamados cristãos. E esse é um forte testemunho de que, quando a Igreja olha, estrategicamente, para as cidades, percebe o grande potencial de influência e transformação. Após a dispersão e perseguição causadas pela morte de Estêvão, alguns discípulos chegaram à Antioquia. A mão do Senhor estava com eles e muitos se converteram a Cristo. Vamos ver quais foram as estratégias que causaram tamanho impacto.

Nínive (Jonas 3). Quando obedecemos, vamos e pregamos a palavra no poder do Espírito Santo. Isso provoca uma verdadeira revolução na cidade: o arrependimento que levará a experimentar o perdão de Deus. Bill Bright, fundador da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo, afirmou: “O êxito ao testemunhar consiste em proclamar Cristo no Poder do Espírito Santo deixando os resultados com Deus”.

Assim como essas cidades foram impactadas, Jesus nos envia para gerarmos transformação. Que as pessoas compreendam o caminho para a paz, por meio do amor, da justiça e da esperança. Que nossas cidades sejam influenciadas pela presença da Primeira Igreja Presbiteriana Independente de Londrina, e que em cada cidade, reconheçam em nós, o bom perfume de Cristo.


Camila Zemuner, Pedro Leal Junior, Daniel Zemuner, Messias Anacleto Rosa

 

 

Igreja IPI