Conteúdo e Mídia

Mensagens

Mensagem de 20.10.19


A maneira como você me enxerga afeta sua relação com as adversidades e expectativas da vida. Existem duas principais figuras que têm influenciado a visão de muita gente sobre mim: a de um menino na manjedoura e de um homem pendurado na cruz. Louvado seja o Pai, que me enviou para assumir a forma de ser humano, o que significa que fui menino. Também louvado seja o Pai por ter permitido minha morte na cruz em seu lugar, o que significa que estive pendurado naquele madeiro. Mas a manjedoura está vazia, assim como também a cruz e meu túmulo. Ressuscitei, recebi um corpo glorificado, subi aos céus e um dia voltarei. Vou explicar como estou hoje, assim como João me viu na ilha de Patmos.

Estou vestido com vestes talares e cingido, à altura do peito, com uma cinta de ouro. Estas vestes representam as roupas usadas pelos sacerdotes, pelos reis e pelos profetas. Sou o Ungido, o Messias, o Cristo, e exerci de maneira perfeita as funções de sacerdote, dando a você acesso à presença de Deus; de rei, governando minha criação com justiça; de profeta, encarnando a Palavra de Deus. Sou o Ungido completo!

Minha cabeça e cabelos são brancos como a alva lã, como neve. Isso fala da minha eternidade. Sou digno de todo respeito!

Meus olhos são como chamas de fogo. Olhos abertos, penetrantes, atentos, vigilantes. Meus olhos de fogo penetram, discernem e julgam, castigando os ímpios e protegendo os fiéis. Sou todo-onisciente!

Meus pés são semelhantes ao bronze polido, como que refinados numa fornalha, brilhantes e lustrosos. Meus pés metálicos sugerem a força e o brilho da velocidade para esmagar os inimigos. Sou todo-onipotente!

Minha voz é como voz de muitas águas. Não se trata da quantidade de água, mas da voz que suplanta e aquieta outras vozes. Sou digno de adoração!

Da minha boca sai-me uma afiada espada de dois gumes. Meu poder e autoridade são expressos por intermédio da minha voz, simplesmente. Basta uma palavra minha e tudo muda. Pela minha palavra, trago à existência as coisas que não existem. Assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei. Sou detentor de toda autoridade e poder!

Em meio aos sete candeeiros de ouro, tenho em minha mão direita sete estrelas. As sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete candeeiros são as sete igrejas. Isso significa que meu povo e meus líderes estão em minhas mãos, sustentados, dirigidos, protegidos, guardados. Sou Senhor de sua vida e de todo o meu povo!

Meu rosto brilha como o sol ao meio-dia. Assim como foi testemunhado por Pedro, Tiago e João, e também por Saulo de Tarso, há em mim uma luz mais resplandecente que o sol. Luz que dissipa todas as trevas, elimina toda escuridão do engano e pecado, revela o mistério escondido, dá clareza e direção. Eu glorifiquei o Pai e por ele fui glorificado para todo o sempre. Sou Senhor de toda glória!

Hoje sou glorioso, Rei dos reis, Senhor dos senhores, soberano, tenho todo poder e autoridade, e poder sobre os céus e sobre a terra. Não há nada mais poderoso para você enfrentar as piores lutas e os maiores desafios que um ser humano pode ser submetido do que ter a clara visão de como estou glorificado agora e para todo o sempre. Repouse seus olhos nessa visão para se tornar inabalável.


Jesus Cristo (parafraseado por Rodolfo Montosa)

Rev. Rodolfo Garcia Montosa