Conteúdo e Mídia

Mensagens

Eu [Jesus] lhes digo a verdade: se tivessem fé, ainda que do tamanho de uma semente de mostarda, poderiam dizer a este monte: ‘Mova-se daqui para lá’, e ele se moveria. Nada seria impossível para vocês
(Mateus 17.20 – NVT).

Quando olhamos uma semente de mostarda de maneira unitária, parece que não existe qualquer possibilidade de se tornar uma grande árvore. Com aproximadamente um milímetro de diâmetro e peso que passa despercebido quando colocada na palma de nossas mãos, é uma figura que diz respeito a coisa pequena, irrelevante, insignificante, quase invisível, imperceptível e pouco promissora. Quando dentro da terra, ela fica ali, isolada, enterrada, confinada. Ninguém está vendo, mas tudo está acontecendo.

A semente é destinada a crescer, vencer e avançar. Ela tem em si o código genético e a disposição para expandir, assim como encontra no solo e na chuva os insumos para se desenvolver. Cresce de dentro para fora, silenciosamente e constantemente. De uma pequena semente de mostarda, surge um arbusto que chega a incríveis três metros de altura. O resultado não é apenas uma copa frondosa, mas um fruto que promove grande benefício à saúde. Semente pequenina, mas poderosa.

Essa foi a metáfora usada por Jesus: fé como de uma semente de mostarda. Nossa fé, mesmo que pequena, pode mover grandes montanhas. Fé para mover é o que precisamos nestes dias de isolamento. Mas não é qualquer tipo de fé. É a fé em Deus Pai Todo-Poderoso, criador dos céus e da terra; fé em Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, o qual foi crucificado, morto e sepultado, e ao terceiro dia, ressurgiu dos mortos; subiu ao céu e está assentado à destra de Deus Pai, Todo-Poderoso, de onde há de vir para julgar os vivos e os mortos. É a fé no Espírito Santo, aquele que nos convence do pecado, da justiça e do juízo, o qual é o selo e penhor na vida de todo aquele que crê, habitando nosso coração, enchendo-nos de seu fruto e distribuindo seus dons. É a fé nas promessas da Palavra de Deus, na família de Deus chamada Igreja, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição do corpo e na vida eterna. É a fé na oração como instrumento para mover os céus e a terra quando feita ao Pai, em nome do Filho, conduzida pelo Espírito Santo.

Que os dias de isolamento social sejam dias como uma semente de mostarda dentro da terra. Ninguém vê, mas uma grande obra está em andamento que move os céus e a terra. Fé simples e pequena que pode realizar coisas grandes e maravilhosas. Fé para mover!


Importante:
Comemoramos 82 anos como igreja local neste próximo 10 de julho. O tema do mês será MOVER. Nesses tempos de isolamento, desejamos o movimento de Deus em nossas vidas, famílias, igreja, cidade, nação. Nosso texto de inspiração para o mês será: pois nele vivemos, nos movemos e existimos (Atos 17.28a). Em cada semana abordaremos um aspecto desse mover: fé para mover, fogo para mover, força para mover, foco para mover.

 

Rev. Rodolfo Garcia Montosa